Como o ambiente pode influenciar a obesidade?

O ambiente em que estamos inseridos influenciam nossas escolhas e atitudes alimentares, você sabia? Isso já é comprovado pela ciência (e pela prática clínica). Hoje em dia, é comum escutarmos o termo ambiente obesogênico – ou seja, aquele que influencia diretamente no ganho de peso.
Dentre os fatores que interferem nesse cenário, destacam-se o desenvolvimento econômico e a urbanização como determinantes para as modificações no estilo de vida da população, caracterizados pelos padrões alimentares e por hábitos de vida sedentários.
Segundo notícia publicada pela Abeso, uma pesquisa, realizada no Reino Unido, mostrou que o tipo de bairro em que uma pessoa vive pode influenciar na probabilidade de ter obesidade. O objetivo foi investigar as características de um ambiente “obesogênico”, avaliando os fatores combinados: fácil acesso aos alimentos e disponibilidade de lugares para prática de exercício físico.
Na metodologia do estudo, foram divididas as áreas residenciais de Yorkshire em cinco tipos, baseando-se no número de estabelecimentos alimentares e oportunidades de realizar atividade física.
Nos resultados, a análise do estudo mostrou que apenas dois tipos de ambientes foram associados (negativamente e positivamente) à obesidade. Os bairros caracterizados por uma alta disponibilidade de estabelecimentos de fast food, lojas de conveniência e supermercados, atrelado à uma alta disponibilidade de academias e parques, foram associados com 14% menor risco de obesidade, comparados aos bairros de disponibilidade moderada com baixos locais para exercícios, apresentando um risco maior de obesidade de 18%. Isso mostra que apenas ter por perto estabelecimentos que forneçam alimentos com baixa qualidade nutricional não é o suficiente para ser considerado um ambiente obesogênico. Locais que promovam incentivo para prática de exercícios físicos são essenciais também, pois atuam em conjunto na “promoção da saúde”.
A dica de sempre é: procure um local que você mais se identifica para exercitar-se, seja na academia, em casa ou no parque, e adeque sua alimentação, evitando a “visita frequente” à restaurantes fast food da região em que você mora!

28056364_2062803963746672_1804078453109464621_n

Comments are closed.